quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Doce Agonia

Eu vou te acompanhar todo o tempo
Quando você levantar, já estou lá
E na hora de dormir, te sigo até a cama
Sinto sua dor e o prazer que sempre chama

Conheço sua fraqueza, conheço seus pontos
Sei aonde te tocar, sei até te matar

Mas também sei que você ainda vive
E me respira, e me bebe, se enlouquece
Sei tudo sobre ti e nada sobre mim
Eu nem existo sem você

Um comentário:

Daiana Moriá disse...

Um bom poema para um fim de noite, é algo que eu vou pensar antes de dormir... me faltam palavras para comentar o que essas suas palavras realmente significam, acho que todos sentimos a mesma coisa em algum momento distinto de nossas vidas...