sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Caminhada

Para quem as estrelas brilham?
Se estamos todos perdidos
Sem crimes
Sem amores
Sem remorsos

Para que elas brilham?
Afinal não somos humanos
Com verdades
Com virtudes
Com perfeições

Rumo ao mundo real...
Porém dessa vez é mais perigoso!
Pois a dor sempre volta num ciclo
Que me obriga ser de carne e osso

Um comentário:

Daiana Moriá disse...

Sempre achamos qe não, mas para haver uma ruptura, é preciso que o sentimento interior seja comunicado. Não adianta, porém, confessar que esqeceu, ou abandonou algo, interiormente, é preciso qe se revele.